A gestão do Hospital Regional Público do Marajó, no município de Breves, reforça os avanços na oferta dos serviços públicos à população no ano de 2022, quando garantiu atendimentos que beneficiaram diretamente os usuários que procuraram a unidade naquele período.

No ano passado, a equipe multiprofissional do HRPM registrou 365.849 atendimentos mais relevantes, entre eles: 22.816 atendimentos ambulatoriais; 2.787 Internações; 2.587 cirurgias; 188.161 exames gerais (interno e externo); 3.323 atendimentos de Urgência/Emergência; 1.985 transfusões de sangue; 476 partos; 16.954 sessões de fonoaudiologia; 89.908 sessões de fisioterapia; 20.212 atendimentos de fisioterapia (paciente); 4.466 atendimentos de psicologia; 8.275 atendimentos no Serviço social; 331 atendimentos no Centro de Hemodiálise e 3.568 sessões hemodiálise. De forma ampla, essa assistência resultou em 99,88% do índice de satisfação dos usuários.

O Hospital promoveu 443 treinamentos de janeiro a dezembro, totalizando 25.239 horas e 10 minutos, com total de 6.662 participações de colaboradores nos treinamentos realizados internos e externamente.

No mês de setembro, na semana de comemoração pelos 12 anos de funcionamento do Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), a equipe de especialistas da unidade realizou uma cirurgia rara, de alta complexidade, em um menino de 11 anos, diagnosticado com Osteomielite – infecção óssea geralmente causada por bactéria, microbactéria ou fungo.

O paciente foi um dos beneficiados pelo Sistema de Fixação Externa Ilizarov – técnica que proporciona estabilidade à fixação óssea – o que evitou a amputação da perna direita da criança. A mãe do paciente, a dona de casa Alda de Abreu Moreira, 40 anos, residente ao longo do Rio Jaguarajó, Distrito de Bagre, a cerca de 3 horas por via fluvial de Breves, agradeceu pela qualidade do atendimento que há meses vem sendo dispensada ao filho: “Estamos sendo bem atendidos. Sou do município de Bagre. Fomos regulados para o Hospital Regional. Graças a Deus ocorreu tudo bem no procedimento cirúrgico”, disse.

De acordo com o ortopedista do HRPM, Paulo Gladstone, a Osteomielite é uma infecção dentro do osso. “A bactéria ganha a corrente sanguínea e começa normalmente com a infecção na garganta ou em algum ponto do corpo. É muito difícil de tratar porque normalmente os antibióticos não chegam à região atingida, por isso, o tratamento é muito difícil. Antes era sinônimo de amputação”, explicou o médico.

Edna Gomes Batista, diretora executiva do Hospital, agradece por todo apoio à gestão que garantiu a qualidade do atendimento aos usuários dos serviços.


A Diretora Edna – Foto: Divulgação

“O ano de 2022 foi marcado por desafios e muita lição de superação em meio às diferentes adversidades enfrentadas diariamente por quem trabalha direta ou indiretamente com saúde. Há também, na outra ponta, o carinho e o reconhecimento dos usuários do SUS. Fazemos nosso trabalho sempre da melhor maneira com o intuito de ajudar e de tentar aliviar o sofrimento das pessoas. Motivação, parceria, dedicação e trabalho em equipe foi o que nos levou a atingir nosso objetivo. Agradeço o esforço de toda a equipe de colaboradores do Hospital Regional Público do Marajó pela excelência nos serviços prestados, instituições parceiras e, sobretudo, ao apoio e investimentos do Governo do Estado do Pará em favor da saúde pública do estado. A administração do INDSH sempre estará com objetivo de manter uma gestão em respeito à vida”, concluiu Batista.

 

Sobre

O HRPM é um órgão da rede de saúde pública do Governo do Pará administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA). A unidade presta assistência de média e alta complexidade para aproximadamente 300 mil habitantes dos municípios vinculados ao 8º Centro Regional de Saúde (CRS) – Breves, Anajás, Bagre, Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel.

 

Serviço

O HRPM está localizado na Avenida Rio Branco, nº 1.266, bairro Centro. Mais informações: (91) 3783-2140/3783-2127

 

Fonte: Agência Pará de Notícias
Foto: Divulgação